Com uma nova (e maior) plataforma, ele vai ganhar o motor 1.0 turbo de 3 cilindros

Recém-reestilizado no Brasil, o Honda Fit já se prepara para estrear uma nova geração (a quarta) no Japão. É o que mostra esse flagra dos espiões do CarPix, que fotografaram o modelo ainda bastante camuflado. Mas já dá para perceber algumas mudanças. 

Flagra: Honda Fit 2020

A primeira diz respeito ao porte. O Fit vai crescer mais uma vez e, a julgar pelas imagens, ficará mais "minivan" do que nunca. Isso porque as colunas A avançadas abriram espaço para uma terceira janela lateral mais larga acima dos para-lamas dianteiros, num desenho que lembra a primeira Chevrolet Meriva. Desta forma, a área envidraçada ficará maior e melhorará a visibilidade do modelo. Atrás, a novidade é que as lanternas passarão a ser horizontais e duplas, adentrando a tampa do porta-malas. 

Informações de bastidores são conta de que o Fit de quarta geração será feito sobre uma nova plataforma, maior e mais larga, e que o modelo também vai ganhar o motor 1.0 turbo de 3-cilindros e 125 cv (já usado no Civic em alguns mercados) no lugar do atual 1.5 4-cilindros aspirado. Por sua vez, a versão híbrida (vendida no Japão e alguns outros países) passará a ter dois pequenos motores elétricos, em vez de um só como no Fit atual. Por fim, o interior promete um sistema de navegação mais avançado e um roteador de internet wi-fi para os passageiros. 

Leia também

A expectativa da imprensa japonesa é que o novo Fit seja apresentado por lá no segundo semestre de 2019. O que, pelo que tradicionalmente acontece, significaria ter a novidade no Brasil em 2020. Numa coisa, porém, a Honda Brasil já saiu na frente: é esperada uma versão crossover global do novo Fit, aos moldes do nosso WR-V. 

Fotos: CarPix   

Galeria: Flagra: Honda Fit 2020