Fábrica no Paraná opera desde 1999

Parte do Complexo Ayrton Senna (instalado em São José dos Pinhais (PR)), a Curitiba Motores é a responsável pela produção dos motores da Renault no Brasil. Sua operação iniciou em 1999 e, desde então, já foram produzidos 4 milhões de motores, tanto para consumo do mercado local quanto para exportação. 

Leia também

Na época, a capacidade era de 280 mil motores por ano. A atividade começou com o 1.6 16v que equipava o Clio, Clio Sedan e Scénic, além da exportação para a Argentina, onde era instalado no Mégane. Em 2000, começou a produção do 1.0 8v e 16v (para Clio e fornecido para a Peugeot, que utilizava no 206), além de 1.2 para exportação. Em 2006, chegava aos 1 milhão de motores produzidos. 

Fábrica de motores - Renault

Em 2011, chegou aos 2 milhões e, em 2014, 3 milhões. A última atualização acontece em novembro de 2016, quando se inicia a produção do 1.6 e 1.0 SCe, nova família de motores utilizados na linha Renault. 

 Fotos: arquivo Motor1.com e divulgação

Galeria: Renault Kwid Zen 1.0 2017