Picape custará menos de US$ 30 mil, abaixo da rival Honda Ridgeline

Apresentada como conceito na última edição do Salão de Nova York, nos Estados Unidos, a picape Atlas Tanoak parece de fato caminhar rumo à produção em série. A Volkswagen oficialmente ainda não concedeu luz verde para o desenvolvimento do projeto, mas especulações garantem que a chegada definitiva ao mercado é apenas questão de tempo. Tanto é que os rumores mais recentes já adiantam até o posicionamento e a estimativa de preço do modelo, ou seja, valor inicial inferior aos US$ 30 mil cobrados pela Honda Ridgeline.

Mais sobre a Tanoak

Não por acaso, a japonesa citada acima será a principal concorrente da Atlas Tanoak no mercado norte-americano. Como pretende fazer a Volkswagen (arquitetura MQB e inspiração no Atlas), a Honda constrói a Ridgeline sobre a plataforma de um SUV (o Pilot) e aposta na estrutura monobloco. A ideia é oferecer uma proposta alternativa às picapes tradicionais produzidas com carroceria sobre chassi, dentro de uma pegada mais life-style e voltada para a atração de clientes que nunca antes tiveram um modelo da marca.

Volkswagen Atlas Tanoak Pickup Concept
Honda Ridgeline Lead

CEO da VW na América do Norte, Hinrich Woebcken disse recentemente que "a Atlas Tanoak se encaixa bem na marca, porque nós queremos mais clientes nos EUA". Projetada para atender ao gosto do mercado norte-americano, a picape é 184 mm mais longa, 86 mm mais larga e 10 mm mais baixa que a Amarok, totalizando 5.438 mm de comprimento, 2.030 mm de largura e 1844 mm de altura. A distância entre-eixos é de 3.260mm, contra 3.095 mm da irmã menor. A capacidade de carga pode chegar a 1.050 kg.

Sob o capô, a VW apostou no uso de um motor 3.6 V6 a gasolina de 280 cv e 37,4 kgfm, combinado ao câmbio automático de 8 marchas e tração integral 4Motion - mesmo conjunto utilizado pelo Atlas. Caso a produção em série seja aprovada, a expectativa é que a picape seja lançada em até 2 anos.

Fonte: Automobile Magazine

Galeria: Volkswagen Atlas Tanoak Concept