"É uma grande oportunidade para nós", disse o diretor de marketing Steve Majoros

A saída da Ford do segmento de sedãs na América do Norte deverá representar uma oportunidade e tanto para concorrentes daquela região. A Chevrolet, por exemplo, já enxergou chances consideráveis de crescimento e anunciou que seguirá destinando investimentos para a categoria, desde os modelos compactos até os chamados full-size. "É uma grande oportunidade para nós", disse em entrevista à agência Automotive News o diretor de marketing Steve Majoros.

Mais sobre a Chevrolet

"Algumas pessoas estão fazendo barulho sobre deixar o mercado de automóveis para recuperar seu portfólio, mas ainda há negócios por aí. A questão é saber fazer de maneira inteligente", explicou. A demanda geral por carros de passeio nos EUA caiu de 46% em 2014 para 32% em 2018, mas ainda representa uma parcela importante no mercado. "Se outros concorrentes estiverem saindo, ficaremos muito felizes em aceitar esse negócio e certamente o faremos. Ainda há muito volume", disse em referência aos mais de 4 milhões de consumidores do segmento.

Chevrolet Malibu 2019

Não por acaso, Majoros deu estas declarações no evento de lançamento da linha 2019 do sedã Malibu, concorrente direto de modelos como Ford Fusion (que não ganhará nova geração), Hyundai Sonata, Honda Accord e Toyota Camry. O modelo foi apresentado com retoques no visual e novidades no portfólio, especialmente a versão com pegada esportiva RS, que segundo estimativas da marca será responsável por 20% das vendas.

Além disso, há uma nova transmissão automática do tipo CVT para as versões equipadas com motor 1.5 turbo (L, LS, RS e LT). A configuração topo de gama Premier segue com propulsor 2.0 turbo e câmbio automático de 9 marchas.

Fonte: Automotive News

Galeria: Chevrolet Malibu RS 2019