Além de potente, também carrega a mística de ser o conversível número 50 da história da Ferrari

Depois de apresentar o 488 Pista Coupe e a edição especial do Pista Piloti reservada aos pilotos de corrida da Ferrari, a equipe de Maranello cortou o teto do carro. O novo 488 Pista Spider representa o 50º modelo conversível lançado pela montadora italiana e utiliza o motor V8 mais poderoso da empresa já feito.

O coração do novo 488 Pista Spider é o vencedor do Prêmio Motor Internacional do Ano de 2018, um V8 twin-turbo de 3,9 litros com 720 cavalos de potência e 78,52 kgfm de torque. A vantagem que o novo Spider tem sobre o cupê é que você pode tirar o teto para ouvir a sinfonia do V8, que ganhou o título de Melhor Motor pelo terceiro ano consecutivo.

Leia também

Em termos de desempenho, é um espetáculo. O tempo de aceleração de 0 a 100 km/h é de 2,85 segundos, assim como o cupê, e de 8 segundos para atingir 200 km/h, apenas 0,4s a mais que a versão com o teto fixo. A velocidade máxima declarada pela Ferrari é de 340 km/h.

Por causa da maior complexidade do teto, a nova Ferrari 488 Pista Spider é aproximadamente 91 kg mais pesada do que o cupê, mas esse é o preço a se pagar por ter um teto que possa ser removido para melhor ouvir a trilha sonora do V8.

Se você está preocupado que o supercarro conversível pesa alguns quilos, há um conjunto opcional de rodas de fibra de carbono 20% mais leve dos que as de liga leve de 20 polegadas com acabamento diamantado. Para manter o peso sob controle, a Ferrari removeu os tapetes e substituiu-os por placas de alumínio padronizadas, enquanto a maçaneta da porta do motorista nada mais é do que uma simples tira.

Como com o cupê, sua carroceria tem uma faixa pintada que se estende desde a frente até a  parte traseira para imitar o fluxo de ar e fazer o carro. Detalhes de preços não foram divulgados, mas pode imaginar que o 488 Pista Spider será mais caro que o cupê, que na Europa custa 296 mil euros, cerca de R$ 1,41 milhão em conversão direta, excluindo itens opcionais como as rodas de fibra de carbono que reduzem o peso do veículo em cerca de 20%. 

Galeria: Ferrari 488 Pista Spider