A plataforma é a mesma do SUV 3008

Enquanto o Brasil ainda é abastecido com o Peugeot 408 da geração anterior vindo da Argentina, a China está prestes a conhecer a reestilização da geração adiante da nossa. Além do visual, outros mercados já tem o sedã usando a plataforma EMP2, que aqui conhecemos dos SUVs Peugeot 3009 e 5008, a minivan Citroën C4 Picasso e Grand Picasso e os comerciais Citroën Jumpy e Peugeot Expert. 

Leia também:

Diversos elementos são reconhecidos dos SUVs vendidos no Brasil, mas vale lembrar que o hatch 308 desta geração europeia é quem inspira o 408 na China. Os faróis full-LED e a grade dianteira se destacam na dianteira. Na traseira, o 350THP identifica o motor 1.6 turbo com 167 cv e 24,5 kgfm de torque, mas há ainda o 380THP, com 204 cv e 28 kgfm de torque. 

Peugeot 408 2019 - China
 

No interior, se você esperava o i-Cockpit, errou. O painel é tradicional, ganhando apenas novas cores de couro nesta reestilização 2019. Nem a alavanca de câmbio é a eletrônica utilizada no 3008 e 5008, mais moderna. Porém, o sedã chinês é consideravelmente mais moderno que o sedã vendido no Brasil, importado da Argentina. 

A PSA trabalha em parceria com a Dongfeng na China e, em um de seus principais mercados, investe pesado em tecnologias e modelos exclusivos, como o próprio 408 na base EMP2. O 3008 vendido no Brasil, por exemplo, é conhecido como 4008 na China, sendo o 3008 local a geração anterior, uma minivan. 

 

Galeria: Peugeot 408 2019 - China