Anúncio que destaca sistemas de segurança foi considerado exagerado no Reino Unido

Principal órgão regulador de propaganda do Reino Unido, a Advertising Standards Agency (ASA) proibiu nesta semana a veiculação de um anúncio de televisão envolvendo o Volkswagen Polo. De acordo com a entidade, o comercial foi barrado por "encorajar um modo de direção irresponsável", o que na prática representa violação ao código do setor de publicidade. Ao todo, seis queixas foram apresentadas sobre o anúncio, alegando também exagero nas funcionalidades dos sistemas de segurança.

Mais sobre o VW Polo:

Segundo a ASA, o comercial violou as regras 20.1 e 20.5 do código da entidade, os quais afirmam que “as propagandas não devem tolerar ou incentivar condução perigosa, competitivo, imprudente ou irresponsável”, e que “anúncios ligados ao mercado automotivo não devem exagerar no tocante aos recursos de segurança".

Entre outros fatores que levaram à proibição, o órgão citou o comportamento nervoso do passageiro no carro em destaque, além de "aspectos da trilha sonora" que "contribuíram para passar a impressão de que o motorista era irresponsável".

2018 Volkswagen Polo First Look

Por sua vez, a Volkswagen disse que o carro não foi conduzido de forma perigosa e que direção do tipo competitiva, imprudente ou irresponsável não foi tolerada. Para a marca, o motorista foi apenas inexperiente, o que acabou gerando reações nervosas por parte de seu pai.

"Concluímos que a apresentação dos sistemas de segurança foi exagerada e que o tom geral do anúncio incentivou a direção irresponsável e violou os códigos", finalizou a ASA.

Fotos: Divulgação 

Novo Volkswagen Polo 2018