Foi a maior reunião da Renault Sport no mundo

Lançado em 2015, o Sandero R.S. é o primeiro modelo da divisão Renault Sport produzido na América Latina. Vendido no Brasil e na Argentina, o hatch é uma das formas mais baratas de se ter um esportivo novo na garagem - foi inclusive nossa dica na categoria no Seleção Motor1.com Brasil, na faixa de R$ 65 mil a R$ 75 mil. E ele foi o protagonista de um recorde mundial no último domingo, dia 29 de julho, no Autódromo de Interlagos, São Paulo. 

Leia também:

Com 192 unidades reunidas, o evento R.S. Track Day foi o maior encontro de modelos da Renault Sport já feito no mundo. Além disso, a pista ficou livre durante o dia todo para os proprietários do hot hatch, que puderam explorar os limites de seus carros, originais ou modificados em diversos níveis. Alterações em suspensão, pneus e motores são a maioria, mas há até quem mude a cor do modelo, como uma unidade em Sport Yellow, o amarelo que está disponível no exterior para, por exemplo, o Megane R.S. 

RS Track Day - O maior encontro da Renault Sport no mundo
RS Track Day - O maior encontro da Renault Sport no mundo
RS Track Day - O maior encontro da Renault Sport no mundo

O Sandero R.S. tem diversas modificações em relação ao Sandero normal. Totalmente desenvolvido pela divisão esportiva, vem com suspensão recalibrada (molas, amortecedores e barras estabilizadoras), freio a disco nas quatro rodas e motor 2.0 aspirado de 150 cv com câmbio manual de 6 marchas e relação encurtada. No interior, há bancos semi-concha, volante menor (vindo do Clio R.S.) e painel de instrumentos exclusivo. No exterior, os para-choques e spoilers são funcionais e exclusivos, enquanto as rodas de 17" são calçadas com pneus de perfil baixo e composto esportivo da Michelin ou Continental, dependendo da versão. 

Fotos: autor e divulgação 

Galeria: RS Track Day - O maior encontro da Renault Sport no mundo