Frontier e L200 Triton serão construídas sobre a mesma plataforma a partir de 2023

Apesar de integrar o grupo Renault-Nissan há pouco mais de um ano, a Mitsubishi já começou a exercer influência em projetos importantes da empresa. É o caso, por exemplo, da Frontier de nova geração, cujo desenvolvimento está sendo tocado com base no know-how e na expertise adquiridos pela Mitsubishi com a produção da L200 Triton. Entre outras contribuições, a marca está ajudando a encontrar soluções de redução de custos e na otimização do design de algumas peças.

 

Mais sobre Mitsubishi :

"Nós aprendemos algumas coisas muito perspicazes sobre a picape Triton que eu acho que serão úteis para as atividades da Nissan, como a descoberta de algumas melhorias para otimização de custos e no design de alguns itens que temos", afirmou Kent O'Hara, vice-presidente de pós-venda do grupo. 

Segundo especulações, ambas as picapes serão construídas a partir de 2023 sobre a mesma plataforma (uma evolução da atual base da Frontier) como forma de reduzir custos e, ao mesmo tempo, intensificar a sinergia entre as marcas. No entanto, o design será específico em cada modelo, seguindo basicamente a mesma receita existente entre os SUVs irmãos Renault Koleos e Nissan X-Trail/Rogue.

Mitsubishi L200 Triton Sport 2019

Antes disso, porém, as atuais gerações serão reestilizadas. A L200 seguirá a mesma linha de design do Eclipse Cross e da minivan Xpander, ganhando traços mais agressivos na dianteira. A apresentação acontecerá ainda neste ano. Já a Frontier passará por mudanças em 2020, com novidades igualmente concentradas no conjunto frontal.

Fonte: CarAdvice

Galeria: Nissan Frontier LE 2017