Nova grade dianteira é a maior mudança no modelo indiano; por aqui, vai ganhar versão aventureira Outsider

Perto de completar um ano de Brasil, o Renault Kwid é vendido na Índia desde 2015. Por isso, não é surpresa ele começar a aparecer com leves mudanças visuais, aquela famosa reestilização de meio de vida, como já aconteceu com o Sandero. Em seu país de origem, o Kwid está estocado já na linha 2019, esperando apenas a apresentação oficial para o público. 

Leia também:

Pelas imagens publicadas pelo site MotorOctane, é possível reconhecer uma nova grade dianteira, novas calotas e uma faixa lateral preta com a inscrição "Kwid". Por dentro, há maçanetas cromadas (como o nosso Kwid Intense) e tomada 12V para o banco traseiro. Por lá, ele ganha a câmera de ré, que o Kwid brasileiro traz na versão topo. O acabamento foi melhorado e se aproximou mais da versão brasileira. 

Flagra - Renault Kwid facelift
Teste Renault Kwid Off-Road

Não se sabe se o Kwid indiano terá mudanças estruturais como o brasileiro. Afinal, mais uma vez, ele levou nota zero no crash test pelo Asean NCAP, enquanto o Latin NCAP deu três estrelas ao Kwid produzido em São José dos Pinhais (PR), que conta ainda com airbags laterais. As mudanças visuais ainda não devem chegar ao Brasil, mas é esperado o lançamento da versão Outsider em 2019, apresentada como conceito no Salão de São Paulo de 2016. 

Fotos: MotorOctane.com

Galeria: Flagra - Renault Kwid facelift