Neste tempo, foram 3.500.000 unidades produzidas - entre Celta, Onix e Prisma

Em 20 de julho de 2000, a General Motors inaugurava sua fábrica de Gravataí (RS). A planta se destacava por concentrar a cadeia de fornecedores bem próxima, acelerando o processo de produção, na época, do Chevrolet Celta, popular que chegou para substituir o Corsa no mercado brasileiro. Agora, 18 anos depois, a unidade celebra 3.500.000 unidades produzidas. 

Fabrica GM Gravatai - Onix

Leia também:

Hoje produzindo Onix e Prisma (LT, LTZ, Advantage e Activ, já que a linha Joy é feita em São Caetano do Sul), a fábrica começou com Celta e Prisma (que em sua primeira geração era o sedã do Celta). Distante cerca de 30 km de Porto Alegre (RS), o Completo Industrial Automotivo de Gravataí foi revolucionário ao trazer seus fornecedores para o entorno do local da produção, recebendo montados, por exemplo, rodas, pneus e chicotes elétricos, sem depender de serviços logísticos mais afastados, como tradicionalmente acontecia em outras fábricas. 

Fábrica da GM em Gravataí, que produz Onix e Prisma, completa 15 anos
Responsável pela produção de Onix e Prisma, Gravataí (RS) comemora 3 milhões de unidades

Em 2006, Gravataí chegou a capacidade de 230 mil unidades por ano, com o lançamento do primeiro Prisma. Em 2010, passou a 350 mil unidades/ano, com a chegada do projeto do Onix (lançado em 2012). Em agosto de 2017, a unidade recebeu um novo aporte de investimentos, quando foram colocados R$ 1,4 bi como parte de um plano da GM no Brasil, possivelmente para receber a produção da próxima geração de compactos da marca. 

Fotos: divulgação

Galeria: Chevrolet Onix 2019