Associação revê projeção e espera que mercado fabrique quase 1 milhão de unidades neste ano

Enquanto as fabricantes de carros ainda vêem o resultado de 2018 com cautela, o setor das motos já comemora a retomada da indústria. Segundo a Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares (Abraciclo), foram produzidas 494.684 unidades de janeiro a junho deste ano, um crescimento de 16,7% em relação ao ano passado, quando foram produzidas 423.750 unidades.

 

Para a Abraciclo, o resultado foi impulsionado como as mudanças no crédito e estabilidade da economia. “Fatores como a ampliação da oferta de crédito e estabilidade dos índices macroeconômicos, além de uma maior participação do consórcio têm sido fundamentais para a evolução dos negócios”, explica Marcos Fermanian, presidente da entidade. A aposta da entidade é que sejam produzidas 980 mil unidades em 2018, 11% mais do que em 2017. No início do ano, a Abraciclo projetava a fabricação de 935 mil veículos.

Mais sobre motos:

 

O resultado poderia ter sido maior, porém a greve dos caminhoneiros freou a produção. “Este acontecimento contribuiu para o desabastecimento das fábricas e afetou diretamente a distribuição de motocicletas e o recebimento de insumos”, diz Fermanian. Em junho, a produção caiu 48,1% em comparação a maio, recuando de 96.607 para 50.118 veículos.

O crescimento na produção afeta todas as modalidades de vendas. O Renavam registra que 456.729 unidades foram comercializadas no varejo, 6,9% mais do que no 1º semestre de 2017. As vendas diretas também subiram, alcançando 451.311 veículos, alta de 12,2%. As exportações seguem em crescimento, registrando 41.030 unidades enviadas para fora do país, 26,6% a mais.

As motos Street seguem na liderança, com 50,3% de participação de mercado, emplacando 227.226 unidades. Logo em seguida estão as Trail, com 22,1% das vendas (99.739). As motonetas ocupam a terceira posição, com 14,3% (64.519), seguidas pelos Scooters, com 7% (31.504) e, por fim, as Naked, que representam somente 2,4% do mercado (10.696).

Galeria: BMW anuncia fábrica própria de motos no Brasil; G 310 R será o "carro chefe"

Foto de: Redação