Elon Musk está de olho no crescimento do segmento de elétricos no país

Aproveitando a passagem pela China, o empresário Elon Musk assinou um acordo com autoridades locais para a construção da primeira fábrica da Tesla fora dos Estados Unidos. De olho no mercado de elétricos que mais cresce no mundo, o executivo americano construirá a planta em Shangai, além de investir em pesquisas e desenvolvimento nas áreas de tecnologias elétricas e autônomas. 

Leia também:

Os primeiros carros ficarão prontos cerca de dois anos depois do inicio da construção da fábrica. Dois ou três anos depois, tem a meta de chegar aos 500 mil carros por ano, se tornando uma das maiores produtoras da China. Elon Musk, porém, garantiu que esta nova fábrica não impactará a produção dos Estados Unidos. Vale lembrar que a China e Estados Unidos estão em constantes aumentos de taxas de produtos importados um do outro. O próprio Musk estava na China para anunciar o aumento dos preços dos modelos vendidos por lá justamente por causa da nova taxação. 

Tesla Model 3 Lead

A China tem como meta que 100% dos carros sejam elétricos em 2030, e a fábrica da Tesla ajudará com esta meta. O próprio governo de Shangai sinaliza ajuda financeira para a Tesla levantar a fábrica, já que muitos se perguntam como a marca conseguirá o dinheiro para a construção.  

A Tesla enfrentou dificuldades para a produção do Model 3, o mais barato elétrico da linha, e ainda prevê o lançamento de um caminhão, picape e um SUV compacto elétricos, além de uma nova fábrica de baterias. Analistas preveem que a Tesla terá fechamento positivo em 2018. 

Fotos: divulgação