Estratégia será a mesma adotada recentemente na nova linhagem do sedã S60

Apesar do lançamento ainda relativamente distante, a próxima geração do SUV XC90 já começou a ser planejada pela Volvo. Prova disso vem da revista britânica AutoExpress, que adianta nesta semana a confirmação de que o novo modelo não mais oferecerá opção de motor a diesel. A estratégia foi adotada recentemente pela nova linhagem do sedã S60 e visa acelerar o processo de adoção de tecnologias eletrificadas em todo o portfólio.

Volvo XC90 diesel

"Temos que priorizar, não podemos fazer tudo", comentou o CEO da Volvo, Hakan Samuelsson, à publicação britânica. “Então, se quisermos ser mais rápidos na eletrificação, não podemos dizer sim a tudo. É por isso que o S60 não tem alternativa a diesel e não estamos planejando ter uma alternativa a diesel em nenhum carro novo. E isso vale para o futuro XC90. Esse carro será totalmente elétrico ou híbrido", completou.

Mais sobre a Volvo:

Ao mesmo tempo, Henrik Green, vice-presidente de P&D da Volvo, adiantou também que o novo XC90 será montado sobre uma versão atualizada da plataforma "Scalable Product Architecture", chamada de SPA2, cujo desenvolvimento está sendo voltado especialmente para eletrificação e hibridização. O lançamento acontecerá em meados de 2021, com vendas previstas para 2022. Antes disso, a atual geração receberá um leve facelift.

Fonte: AutoExpress

Galeria: Volvo XC90 diesel 2017