Marca apostará em campanhas menos tradicionais, porém mais baratas e inovadoras

Seguindo o mesmo caminho trilhado por empresas como Tesla e Google, a Toyota reduzirá gastos excessivos com marketing e publicidade para investir em pesquisa e desenvolvimento. Conforme antecipam fontes ligadas à montadora, a medida tem como objetivo tornar a marca mais forte para enfrentar novos competidores e, ao mesmo tempo, corrigir contrastes existentes entre o lado super-eficiente das fábricas e as operações de venda (ponto que pode ser melhor trabalhado, segundo os chefões Akio Toyoda Koji Kobayashi).

Mais sobre a Toyota:

 

Para colocar a ideia em prática, a Toyota tomou como medida inicial o cancelamento de contratos com a unidade chinesa de sua agência de publicidade e comunicação de longa data, a Dentsu. A ideia é seguir o exemplo de Tesla, Google e Tencent e apostar em estratégias de marketing menos tradicionais, porém mais baratas e inovadoras.

Toyota Corolla Hatchback 2019

Os recursos economizados serão realocados para áreas de tecnologias emergentes, incluindo veículos autônomos. Só no ano passado, os gastos totais com marketing automotivo e despesas gerais totalizaram 2,72 trilhões de ienes (US$ 24,66 bilhões). Ao mesmo tempo, a marca registrou lucro operacional de 2,4 trilhões de ienes (US$ 21,68 bilhões), com margem de lucro na casa dos 9%.

"Podemos registrar lucros recordes, mas não achamos que estamos acompanhando o ritmo deles [concorrentes] de investimentos", disse uma autoridade sênior da Toyota. Google e Apple (que também estão investindo em tecnologia automotiva) apresentam números muito maiores.

Fonte: Reuters

 

Galeria: Toyota Yaris Sedan XLS 2019 (Brasil)