SUV compacto terá leve mudança no design, central multimídia maior e sistema híbrido leve para Europa

Notícias do outro lado do mundo apontam que o Jeep Renegade reestilizado será apresentado em setembro deste ano, informação revelada pelo site Autocar India e confirmada por um porta-voz da Jeep. Embora seja revelado neste ano, as vendas do SUV compacto com novo design ficam para o início de 2019. No Brasil, há a expectativa de que o novo Renegade seja conhecido antes mesmo do Salão do Automóvel de São Paulo, que acontecerá em novembro.

Leia também:

Serão mudanças bem sutis, como vimos em fotos que vazaram nos EUA. O Jeep Renegade receberá um novo esquema de luzes diurnas em LED, para-choque redesenhado com os faróis de neblina mais ao centro, grade frontal com fendas mais largas, novo desenho interno para os faróis e para as lanternas. Para o lado de dentro, a Jeep prepara um interior semelhante ao do Compass, mudando a posição dos controles do ar-condicionado e equipando o seu menor SUV com uma central multimídia maior.

 

Para a Europa, uma das novidades será uma versão com sistema híbrido leve de 48V, em conjunto com o motor 2.0 turbo a gasolina. A Jeep já vem utilizando essa combinação mecânica no Velho Continente. Ainda não há confirmação se a marca irá investir nesta tecnologia também no Brasil. A Fiat-Chrysler irá fazer uma reunião no dia 1º de junho para anunciar sua estratégia pelos próximos 5 anos e seus planos para modelos híbridos deve ser apresentada neste dia.

Por enquanto, o Jeep Renegade seguirá com a mesma motorização, composta pelo 1.8 E.torQ de 139 cv a 5.750 rpm e 19,3 kgfm a 3.750 rpm, que pode trabalhar com um câmbio manual de 5 marchas ou automático de 6 posições; e pelo 2.0 turbodiesel de 170 cv a 3.750 rpm e 35,7 rpm a 1.750 rpm, sempre com transmissão automática de 9 marchas.

Apesar dos boatos, o Renegade não deve receber as versões turbo dos motores 1.0 e 1.3 Firefly. Embora tenham sido apresentados pela Fiat-Chrysler em um simpósio de motores, eles ainda não tem data de estreia, pois estão em fase de desenvolvimento. O mais provável é que sejam utilizados somente na próxima geração do Renegade.

Jeep Mini SUV
 

Sub-Renegade

Dependendo da decisão da diretoria da Jeep, o Renegade pode perder seu cargo de menor modelo da marca. Há tempos a fabricante vem estudando um SUV ainda menor para mercados emergentes, esbarrando em alguns problemas como seu tamanho e se seria capaz de ser equipado com um sistema 4x4 – algo essencial para manter o DNA da empresa. Se aprovado, o pequeno Jeep já tem passagem confirmada para o Brasil. A confirmação será anunciada na reunião do dia 1º de junho.

Fonte: Autocar India
Fotos: Motor1.com e CarWale

Galeria: Jeep Renegade 2019 - Flagra

Foto de: Automedia