Emblemático SUV é construído praticamente de forma artesanal pela Magna Steyr em Graz

Apontado por muitos como um dos modelos mais emblemáticos da história da Mercedes-Benz, o Classe G mudou de geração no início do ano e começou a ser produzido em série nesta semana em Graz, na Áustria. A nova linhagem manteve basicamente a mesma linha de design do modelo original, mas a marca destaca que o modelo experimentou o maior nível de modificações já visto em 39 anos de história. O jipão está infinitamente mais tecnológico, espaçoso e agora vem equipados com recursos de ponta em termos de assistência à condução.

Leia também:

No geral, o novo G continua alto, quadrado e imponente na mesma pegada da geração que se despede. “Ao mesmo tempo, mantivemos as características conhecidas e populares do ícone do design e otimizamos ainda mais o 'G', no que diz respeito ao conforto e à dirigibilidade", disse Gunnar Güthenke, chefe de produtos off-road da Mercedes-Benz. "A meta superior de desenvolvimento para o novo G era melhorar ainda mais as capacidades off-road", completou.

Mercedes-Benz Classe G 2019
 

Sob o capô, o grandalhão será oferecido com motor 4.0 V8 em diferentes níveis de potência, variando de 420 a mais de 580 cv (versão AMG G63, com aceleração de 0 a 100 km/h em 4,4 segundos). 

Desde que começou a ser produzido em 1979, o Classe G emplacou mais de 300 mil unidades nos mais variados mercados. De 2009 para cá vem acumulando recordes de vendas e só no ano passado emplacou 22 mil exemplares, a maioria nos Estados Unidos e Alemanha.

Fotos: Divulgação

Galeria: Mercedes-Benz Classe G 2019