Marca anuncia que não desenvolverá nova geração de motores diesel

Pela primeira vez em sua história, a Volvo produzirá um novo modelo sem a oferta de um motor diesel. O novo sedã S60, que será lançado mundialmente em breve, se tornará o símbolo da nova estratégia da fabricante sueca em apostar em tecnologias de propulsão alternativas a combustão.

A partir de 2019, os seus lançamentos serão vendidos em configurações híbrida e híbrida plug-in, ambas com o motor a combustão movido apenas a gasolina, e opção totalmente elétrica a bateria. 

Leia também:

"Nosso futuro é elétrico e não vamos mais desenvolver uma nova geração de motores a diesel", afirmou Håkan Samuelsson, presidente e CEO da empresa. "Vamos descontinuar os carros apenas com motor de combustão interna, com versões híbridas a gasolina como opção de transição à medida que avançamos para a eletrificação total. O novo S60 representa o próximo passo nesse compromisso".

 

No mês passado, a Volvo Cars reforçou sua estratégia de eletrificação ao informar que já trabalha para que seus carros totalmente elétricos representem 50% de suas vendas globais até 2025. O anúncio foi feito no Salão do Automóvel de Pequim, posicionando a marca como um poderoso concorrente na China, maior mercado do mundo de carros eletrificados.

O novo sedã médio de luxo, o S60 utiliza a nova plataforma modular SPA, a mesma dos demais modelos da Série 90 e 60. A versão station wagon já foi lançada este ano em Estocolmo.

Inicilamente, o novo S60 terá como opções os motores a gasolina Drive-E de quatro cilindros, além de duas versões híbridas plug-in a gasolina. O modelo será produzido apenas na nova fábrica da Volvo localizada em Carolina do Sul, nos Estados Unidos, local de onde será exportado para os demais mercados mundiais.

Gallery: Volvo S60 2018 - Projeção