Segundo Mônica Bergamo, informação foi confirmada pelo advogado da empresa

Quando a Caoa e a Hyundai firmaram contrato de parceria entre as empresas, o prazo inicial era de 10 anos. Por este documento, o fim aconteceria na segunda-feira, dia 30 de abril, mas a empresa brasileira entrou com uma liminar para evitar perder o controle sobre a linha de importados e modelos fabricados em Anápolis (GO), como Tucson, Ix35, New Tucson e HR. 

Leia também:

A renovação seria automática para mais 10 anos, mas a própria Hyundai comunicou que não há interesse na transação. A liminar foi concedida pelo juiz Eduardo Palma Pellegrinelli, da 2ª Vara Empresarial de Conflitos e Arbritagem de São Paulo. A informação é da jornalista Mônica Bergamo, do jornal Folha de São Paulo. 

O advogado da Caoa, Sergio Bermudes, confirma a informação. "O contrato teria que ser prorrogado automaticamente, salvo por algum motivo excepcional que não foi apresentado pela parte contrária", disse ele. O caso segue para um juiz em Frankfurt, na Alemanha, como indicado no contrato do acordo. 

Hyundai New Tucson avaliação BR

Hoje, a Caoa representa a linha de importados da Hyundai e Subaru, além de produzir o Tucson, Ix35, New Tucson e HR em Goiás. Recentemente, adquiriu 51% da operação brasileira da Chery, dando origem a Caoa Chery, que lançou o Tiggo 5 semanas atrás como primeiro modelo da nova gestão. 

Fonte: Mônica Bergamo

Galeria: Hyundai Ix35 2017