Na região, marca cresce 14,3%, sendo que no Brasil foram 26%

A Nissan América Latina tem boas razões para comemorar. No fechamento do ano fiscal de 2017, a empresa japonesa registrou crescimento de 14,3%, com 207 mil unidades vendidas em cinco países (Argentina, Brasil, Chile, Colômbia e Peru) em 1 ano, finalizado em 31 de março de 2018. É o maior volume desde que a empresa começou a operar na região, em 2014.

Leia também:

No Brasil, foram 26% a mais. O grande responsável por tal número é o SUV Kicks, que já corresponde a 46% das vendas da Nissan local, seguido pelo Versa, March e Frontier. A Argentina cresceu 71,1%. A Colômbia, 9,3% com a liderança da Frontier entre as picapes médias, seguido do Chile com seus 16% a mais e o Peru, que se tornou operação oficial em janeiro deste ano e tem 4,8% do mercado do país. 

Comparativo - Chevrolet S10 High Country, Nissan Frontier LE 4x4 e Volkswagen Amarok Extreme

Na região, a Nissan destaca as fábricas de Resende (RJ), que abastece todo o mercado com o Kicks, Versa e March, e a nova planta de Córdoba, Argentina, que começará a produzir a Frontier no segundo semestre deste ano, junto com a Renault Alaskan e Mercedes-Benz Classe X, sendo as três enviadas para o Brasil.

Fotos: Motor1.com

Galeria: Nissan Kicks SL - Nacional