Remapeamento do motor será o mesmo já anunciado para o modelo vendido na Europa

Atenta à chegada da Mercedes-Benz Casse X em meados de 2019, a Volkswagen começa desde já a reforçar a artilharia da Amarok prevendo o ataque da picape rival. Depois de adicionar ao portfólio o novo motor 3.0 V6 turbodiesel, a marca confirma nesta semana que a variante comercializada na América do Sul receberá as novidades mecânicas em breve e ficará ainda mais próxima do modelo vendido na Europa.

Leia também:

A primeira delas, prevista ainda para o final deste ano na Argentina, será a opção de câmbio manual de 6 marchas para as versões V6. Atualmente, apenas a transmissão automática de 8 posições está disponível para este motor, sempre com tração integral. A novidade, por enquanto, está confirmada apenas o país vizinho, onde a preferência por este tipo de caixa ainda persiste mesmo nas configurações mais caras. Virá acompanhada de pneus lameiros e apetrechos off-road. Sob o capô, serão mantidos os 224 cv.

VW Amarok V6

Já em 2019, passará a ser ofertado nos modelos de topo o recente upgrade de potência anunciado na Europa. Reconfigurado, o mesmo motor 3.0 V6 TDI passou a desenvolver 258 cv e 59,1 kgfm, contra 224 e 56,1 kgfm de força - um ganho de mais de 30 cv e 3 kgfm, respectivamente. E tem mais: com a função overboost ativada, a potência disponível momentaneamente sobe 14 cv, totalizando respeitáveis 272 cv. O câmbio, neste caso, será sempre automático de 8 marchas, com tração 4Motion.

Para efeito de comparação, a Classe X em versão X350d extrai 258 cv e 56 kgfm de torque do motor 3.0 V6 turbodiesel. Era, até então, a picape média mais potente do segmento.

Procurada pelo Motor1.com, a Volkswagen do Brasil não confirma e nem descarta a Amarok com câmbio manual e a V6 com motor mais potente.

Fonte: Autoblog Argentina

Galeria: Volkswagen Amarok V6 - Lançamento