Marca alemã não irá compartilhar seu motor, nem mesmo para Nissan criar versão esportiva da Frontier

A Nissan está brincando com a ideia de fazer uma versão mais extrema da Frontier, para concorrer diretamente com a Ford Ranger Raptor. As informações ainda são escassas, mas agora sabemos que não receberá o motor V6 turbodiesel da Mercedes. O gerente de produção da Mercedes Classe X para Austrária e Nova Zelândia, Scott Wiliams, disse ao site GoAuto de forma categórica que este motor é exclusivo da marca alemã:

“Eles [Nissan] nunca terão o V6.”

Williams explica que a parceria entre Mercedes e Nissan para usar a mesma plataforma não envolve o empréstimo do motor 3.0 V6 turbodiesel da Daimler. E também existe a questão de custos, já que receber esta motorização (e o resto da mecânica que o acompanha) usada no X350d 4Matic e usar em uma Frontier mais potente iria sair caro e a Nissan não estaria disposta a pagar por isso.

A versão extrema da Frontier pode se chamar "Off-Roader", segundo o registro de marca feito recentemente, embora registrar um nome não significa que eles irão utilizá-lo. Ainda falta descobrir o que os engenheiros da Nissan farão com a mecânica dessa Frontier, mas pelo menos sabemos que não será o 3.0 V6 de 258 cv e 56 kgfm de torque.

Seja lá qual for o motor da nova versão da Frontier, ele terá que se igualar ao 2.0 biturbodiesel de 213 cv e 50,9 kgfm de torque da Ford Ranger Raptor. Isso sem contar com outras picapes V6, como a própria Mercedes-Benz Classe X e a Volkswagen Amarok V6.

Fonte: GoAuto

 

Leia também:

Galeria: Mercedes Classe X X350d 4Matic 2018