Multiuso será lançado no mercado local nas próximas semanas em versões furgão, passageiros e Stepway

Considerado um dos maiores exemplos de longevidade do mercado automotivo sul-americano, o Renault Kangoo da atual geração finalmente caminha rumo à aposentadoria. Após cerca de 20 anos de produção na Argentina, o veterano multiuso será substituído pelo modelos das fotos, apresentado nesta semana a concessionários locais, conforme antecipa o site Autoblog Argentina. Trata-se de uma adaptação do europeu Dacia Dokker, desenvolvida com as características de estilo da Renault, incluindo grade, para-choque e capô exclusivos.

Leia também:

Nas imagens, já é possível identificar que o novo Kangoo continuará com proposta de atuação dupla no mercado. As versões comerciais, por exemplo, terão ampla área para carga e visual simples, enquanto os modelos para passageiros terão estética mais atrativa e até versão aventureira (como a configuração Stepway, pintado na cor laranja). Os preços de cada configuração ainda não foram revelados, mas a Renault adianta que os valores começarão em 325.900 pesos, cerca de R$ 53.950 numa conversão direta.

Novo Renault Kangoo - Argentina

Sob o capô, duas opções de motorização serão oferecidas: 1.6 a gasolina de 114 cv e 15,9 kgfm de torque, e 1.5 diesel de 89 cv e 22,4 kgfm de força. No primeiro caso, a marca garante aceleração de 0 a 100 km/h em 12,7 segundos, máxima de 166 km/h e consumo médio de 13,1 km/l. No segundo, os números são de 14,1 segundos, 159 km/h e 20,4, respectivamente. Em ambos o câmbio é sempre manual de 5 marchas.

Para o Brasil, a marca não fala abertamente sobre o lançamento imediato e diz que a única novidade que apresentará em 2018 será a picape Alaskan. No entanto, a possibilidade não está descartada, tendo em vista a produção concentrada no país vizinho e o motor 1.6 já ser conhecido no nosso mercado. Não há razões para uma chegada tão tardia, a não ser estratégias da própria marca.

Fonte: Autoblog Argentina

Galeria: Novo Renault Kangoo - Argentina