Foram produzidas 4,02 milhões de unidades no país em 2017, crescimento de 9,5%

Com mais de 4 milhões de unidades fabricadas e alta de 9,5% na comparação com o ano anterior, a Índia se tornou o 4º maior produtor de automóveis do mundo em 2017. O país superou a Alemanha (5ª colocada, com 3,8 milhões de veículos) e ficou atrás apenas da China (29,1 milhões), Estados Unidos (17,5 milhões) e Japão (5,2 milhões).

Os números são atribuídos principalmente ao crescimento da economia e à melhoria da qualidade de vida dos indianos, que agora têm mais facilidade no acesso a bens de consumo (como crédito e planos de financiamento). Além disso, o país tem avançado consideravelmente no tocante à infra-estrutura, com estradas de melhor qualidade na comparação com 10 anos atrás.

Leia também:

Maruti Suzuki Dzire 2018

Entre as montadoras, a Maruti-Suzuki foi dominante no mercado. Emplacou 1,6 milhão de unidades e liderou o setor de automóveis de passeio com consideráveis 49,6% de participação (crescimento de 15%). Na sequência, Hyundai, Tata, Honda, Renault, Mahindra e Ford também tiveram desempenho satisfatório.

Até 2020, a expectativa é que a produção indiana experimente saltos ainda maiores. Montadoras ausentes no país, como a Kia, planejam construir fábricas de grande capacidade e entrar de cabeça no mercado local. A Jeep fez isso em 2017 e está colhendo resultados recordes com o Compass.

Mercados mundiais 2017:

1. China - 29,1 milhões
2. Estados Unidos - 17,5 milhões
3. Japão - 5,2 milhões
4. Índia - 4 milhões
5. Alemanha - 3,8 milhões
6. Reino Unido - 2,9 milhões
7. França - 2,6 milhões
8. Brasil - 2,2 milhões
9. Itália - 2,1 milhões
10. Canadá 2 milhões

Fotos: Divulgação e Arquivo

Galeria: Jeep Compass - Lançamento na Índia