Depois de muitas críticas, Governo recua e cancela a obrigatoriedade de curso

Após muitas críticas, o Governo resolveu recuar na exigência do curso de reciclagem para renovação da carteira nacional de habilitação (CNH). 

Na tarde deste sábado (17), o Ministro das Cidades, Alexandre Baldy, determinou a revogação da resolução 726/2018 do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) que passava a exigir em caráter obrigatório a realização de um curso de aperfeiçoamento como parte do processo de renovação da CNH.

A decisão foi encaminhada ao diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e também ao presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Maurício Alves.

"A diretriz da atual gestão da pasta tem por objetivo implementar ações e legislações que atendam às expectativas da população", justificou o Ministério das Cidades em Nota Oficial.

De fato, a inclusão de um curso obrigatório para a renovação da CNH, além de burocratizar o processo, geraria um custo adicional ao motorista.