Representação da marca no segmento ficará a cargo do Cronos e, mais acima, do Tipo Sedan

Poucas semanas após estrear oficialmente no mercado, o sedã Cronos entra para o portfólio da Fiat na Argentina promovendo mudanças e estabelecendo um novo arranjo dentro da linha. Prova disso foi o anúncio de despedida dos modelos Siena e Grand Siena, realizado nesta semana como forma de abrir espaço para o primo novato. O primeiro era produzido em Córdoba (na fábrica agora cedida para o Cronos), enquanto o segundo era vendido por lá desde 2012, importado do Brasil.

Leia também:

Fiat Grand Siena 1.0 Fire 2017

Apesar da baixa dupla, a Fiat não espera perder participação de mercado ou abandonar o segmento de entrada. E a explicação está exatamente na política de preços do próprio Cronos. Custando a partir de 321 mil pesos (R$ 51.800, numa conversão direta), o modelo começa a atuar a partir da mesma faixa do velho Siena, que também era vendido a partir de 321 mil. De quebra, chega ainda mais barato que o Grand Siena, cujo preço das últimas unidades disponíveis em estoque gira em torno dos 370 mil (R$ 59.700).

Dessa forma, a Fiat cobrirá todo o mercado de sedãs na Argentina apenas com dois modelos: o Cronos e o Tipo Sedan, importado da Turquia. Até então, a marca atuava com Siena, Grand Siena e Linea.

No Brasil, o Grand Siena tornou-se mais barato recentemente e seguirá vivo na linha logo abaixo do Cronos.

Fonte: Autoblog Argentina

Galeria: Fiat Grand Siena 1.0 Fire 2017