Com visual mais emocional, modelo deverá adiantar detalhes do irmão sedã

À venda no mercado global desde 2012, a segunda geração do Toyota Auris está prestes a se aposentar. Em anúncio realizado nesta semana, a gigante japonesa confirmou a apresentação de uma série de novidades na próxima edição do Salão de Genebra, entre elas a terceira encarnação do hatchback médio. Variante hatch do Corolla, o modelo promete se inspirar no design do CH-R e adotar linhas mais chamativas e dinâmicas, além de inaugurar, dentro da família, a plataforma modular TNGA.

Leia também:

Galeria: Flagra - Novo Toyota Auris (Corolla hatch)

No único teaser divulgado até agora, os designers parecem ter feito um bom trabalho no sentido de dar ao modelo maior apelo emocional. Faróis e lanternas ganham iluminação de LEDs, enquanto o teto pintado de preto contrasta com a cor da carroceria e retrovisores posicionados sobre as portas (e não mais junto à coluna A). O interior ainda não foi revelado oficialmente, mas flagras que já publicamos aqui no Motor1.com adiantaram detalhes interessantes, como console central elevado e generosa central multimídia. 

Na mecânica, a Toyota destaca a adoção de um novo conjunto mecânico híbrido, o chamado Dynamic Force Engine. O sistema toma como base um motor 2.0 de 4 cilindros com altos índices de eficiência térmica, capaz de entregar bons números de potência e torque mesmo dentro dos mais rigorosos padrões anti-poluição. São 171 cv (6.600 rpm) e 20,9 kgfm de torque (4.800 rpm) em modelos movidos exclusivamente a gasolina e 146 cv (6.000 giros) e 18,3 kgfm (4.400 rpm) de força em veículos híbridos. Muito do conhecimento adquirido com o Prius foi aplicado nesta nova mecânica, diz a marca.

Toyota Dynamic Force 2.0-liter gasoline engine

Também são novos as transmissões manual de 6 marchas e automática CVT. O primeiro (desenvolvido para ter alcance global, mas com foco na Europa) pesa cerca de 7 kg a menos que um câmbio equivalente atual e é descrito pela Toyota como um dos menores do mundo nesta classe. Suporta até 28,5 kgfm de torque, com engates precisos e funcionamento suave. O segundo, por sua vez, é anunciado como 20% mais rápido que o atual e um dos melhores do segmento em termos de conforto.

Completam o pacote de novidades dois novos sistemas de tração integral - um para carros movidos a gasolina e outro para modelos híbridos. O primeiro, denominado Dynamic Torque Vectoring AWD, distribui o torque de forma independente nas rodas traseiras, variando de acordo com as condições de condução. O segundo, batizado de E-Four, aumenta o torque total canalizado para as rodas traseiras em 30% na comparação com o hardware já existente.

Fotos: Divulgação e Arquivo Motor1.com

Galeria: Toyota Dynamic Force Engine - Novas mecânicas

Envie seu flagra! flagra@motor1.com