Modelo será produzido na Alemanha em 2020, ao custo de 80 milhões de euros

A investida da Volkswagen no segmento de SUVs não ficará restrita apenas a modelos de apelo considerado tradicional. Em anúncio realizado nesta sexta-feira (23), o Conselho de Supervisão da marca confirmou a liberação de 80 milhões de euros para ampliar a fábrica alemã de Osnabrück e preparar a unidade para a chegada de um inédito crossover conversível. Detalhes sobre o projeto ainda são limitados, mas é certo que chegará ao mercado em algum momento de 2020 e será baseado no recém-lançado T-Roc.

Leia também:

Embora a Volkswagen já tenha mais de 70 anos de experiência na produção de conversíveis, a notícia claramente foi vista como uma aposta ousada dos alemães. O nicho de SUVs sem teto ainda é bastante restrito no mercado e apenas a Land Rover, com o Evoque Conversível, tem um representante legítimo na categoria. A Nissan, no passado, até tentou inovar com o Murano CrossCabriolet, mas as vendas fracassaram e o modelo rapidamente foi descontinuado.

2018 Volkswagen T-Roc

Apesar do risco, a VW acredita no potencial do inédito modelo e diz que os SUVs são fundamentais para o crescimento da marca. "Estamos evoluindo para uma marca SUV. O T-Roc já está estabelecendo novos padrões no segmento de crossovers compactos. Com um cabriolet baseado no T-Roc, estaremos adicionando um modelo de apelo altamente emocional no mercado. Estou especialmente satisfeito ao notar que podemos contar com as décadas de experiência da equipe Osnabrück com descapotáveis", disse ninguém menos que o chefão Herbert Diess.

2018 Volkswagen T-Roc

O interesse nos SUVs, vale lembrar, não é por acaso. Até 2020, a marca espera expandir sua atuação na categoria para 20 modelos e concentrar pelo menos 40% de suas vendas totais nesse mercado. O Tiguan, por exemplo, figura anualmente entre os crossovers mais vendidos do mundo e o novato T-Roc, apesar de lançado há poucos meses, já acumula mais de 40 mil encomendas.

Fotos: Divulgação 

Galeria: Volkswagen T-Roc 2018