Nova empreitada será iniciada em 2020 com inspiração no conceito IMx SUV

Além do visual externo, cada vez mais alinhado com tendências futuristas, a chegada dos autônomos também deve modificar profundamente as soluções aplicadas no interior dos veículos. Ciente disso, a Nissan diz que já está preparada para esta nova empreitada e que a partir de 2020 mudará radicalmente o habitáculo de seus modelos. "Antes, a concorrência era pequena, mas agora é muito maior, então a aparência é mais importante. Tesla já está aqui, então nós temos que competir", disse o chefe do centro de design europeu da marca, Mamoru Aoki.

Leia também:

2017 Nissan IMx concept

O executivo avalia que, como ficarão a todo tempo no carro sem dirigir, os futuros clientes estarão bem mais atentos à qualidade do interior e se tornarão mais exigentes nesse quesito. Além disso, autônomos e elétricos demandam menos espaço no cofre do motor, e isso resultará diretamente na ampliação do habitáculo. "O piso poderá ser plano e o painel mudará significativamente, pois o sistema de ar condicionado poderá preencher o espaço normalmente ocupado pelo compartimento do motor", explicou Aoki.

Os primeiros resultados dessa nova estratégia forma vistos no final do ano passado no conceito IMx, revelado no Salão de Tóquio. O modelo apresentava design relativamente simples, mas com materiais de altíssima qualidade e referências diretas à cultura japonesa. A versão de produção chegará ao mercado dentro de dois anos.

2017 Nissan IMx concept

"O mundo é muito pequeno. Todo fabricante de automóveis está encontrando as mesmas influências e tornando os carros cada vez mais parecidos. Nos próximos 10 anos, eu quero colocar a Nissan um pouco mais acima de todos as outras marcas em termos de percepção", concluiu Aoki.

Fotos: Divulgação

Galeria: Nissan IMx Concept