Números de dezembro mostram recuperação, mas o mercado do ano passado ficou abaixo de 2016

Com os números de 2017 consolidados, a Abraciclo (Associação Brasileira dos Fabricantes de Motocicletas, Ciclomotores, Motonetas, Bicicletas e Similares) divulgou nesta quarta-feira (17), o que esperar de 2018 no mercado de motos. A associação destaca uma retomada forte no último trimestre de 2017, o que sugere um cenário positivo para 2018, mesmo que com aumentos pequenos em produção, vendas e exportações. 

Honda CG 160 Titan 2018
  2017 2016 VARIAÇÃO
PRODUÇÃO 882.876 887.653 -0,5%
ATACADO 814.573  858.120  -5,1% 
EMPLACAMENTOS 851.013   899.793  -5,4% 
EXPORTAÇÕES 81.789  59.022  +38,6% 

 

As projeções da Abraciclo levam em consideração o aumento ocorrido no último trimestre de 2017, com 32,1% a mais de produção que no mesmo período de 2016. Veja o que espera a associação para 2018:

 

2017

2018

QUANTIDADE

VARIAÇÃO

PRODUÇÃO

882.876

935.000

+52.124

+5,9%

ATACADO

814.573

850.000

+35.427

+4,3%

EMPLACAMENTOS

851.013

865.000

+13.987

+1,6%

EXPORTAÇÃO

81.789

85.000

+3.211

+3,9%

 

“Os números de 2017 fortalecem o cenário de retomada dos negócios da indústria de motocicletas, o que transmite confiança em um ano com resultados positivos. Com o contínuo lançamento de novos modelos e a melhoria do poder de compra dos consumidores, inclusive com mais acesso ao crédito, as vendas devem se intensificar ao longo de 2018”, afirma Marcos Fermanian, presidente da entidade.

Dezembro

No último mês do ano passado, o setor de motos foi positivo se comparado ao mesmo mês de 2016, mas inferior a novembro de 2017. Veja os números:

  DEZ/17 DEZ/16 VARIAÇÃO NOV/17 VARIAÇÃO
PRODUÇÃO 69.008 32.814 +110,3% 83.106 -17%
ATACADO 68.534  73.069 -6,2% 56.155 +22%
EMPLACAMENTOS 77.437 80.837 -4,2%  65.277 +18,6%
EXPORTAÇÕES 7.107 6.402 +11%  7.677 -7,4%

Fotos: divulgação