SUV reestilizado estreará publicamente no Salão de Detroit

Aproximadamente 3 anos após trocar de geração, o Ford Edge subirá aos palcos do Salão de Detroit na semana que vem ostentando mudanças importantes no visual. Principal opção intermediária da linha de SUVs da oval azul na América do Norte, o modelo incorpora para a linha 2019 a já esperada reestilização de meia-vida, mas surpreende pelo nível considerável de modificações. Na dianteira, por exemplo, o conjunto foi inteiramente reformulado e agora exibe linhas mais esportivas e dinâmicas. Já na mecânica, o câmbio automático de 6 marchas usado até então foi aposentado e substituído por um a nova transmissão de 8 velocidades.

Leia também:

2019 Ford Edge ST

Segundo a Ford, a troca do câmbio garantirá níveis melhores de consumo e reduzirá sensivelmente o nível de emissões de gases poluentes. Dentre desse mesmo propósito, o motor 2.0 EcoBoost ficou mais eficiente e agora desenvolve 253 cv - 5 cv a mais que antes. Potência extra também ganhou o propulsor 2.7 V6, responsável por equipar as versões mais caras e nova ST, de visual e proposta esportiva. Saltou de 310 cv para 340 cv, com reflexos diretos no desempenho e na aceleração. O torque igualmente acompanhou as mudanças, pulando de 48,4 kgfm para 52,5 kgfm.

2019 Ford Edge Titanium

De apelo esportivo, o visual traz como destaque na dianteira os faróis mais pontiagudos, que acompanham o tamanho extra e o novo formato da grade. Além disso, o capô exibe vincos mais bem definidos e o para-choque ganhou entradas de ar redesenhadas, com molduras revistas para os faróis de neblina. Na traseira, detalhes em preto separam as lanternas e acompanham o formato do vidro. Já no interior, a manopla de câmbio foi substituída por um botão giratório e os bancos foram redesenhados para reforçar o conforto.

Mais detalhes serão divulgados na semana que vem.

Fotos: Divulgação 

Galeria: Ford Edge 2019 - Titanium e ST