Imagens do INPI mostram traseira inédita do hatch

Há alguns meses, mostramos a frente da dupla Renault Sandero e Logan, que apareceram no registro de desenho industrial do INPI. Faltava ver se a traseira teria alguma novidade. Não mais, pois a marca fez o registro completo dos veículos, mostrando como é a parte de trás. Enquanto o Logan não muda tanto, o Sandero terá uma lanterna com formato inédito, que dá uma identidade totalmente diferente do atual. A expectativa é que seja revelado em 2018.

Renault Sandero 2018 - INPI

A traseira causará muito discussão. A nova lanterna tem um formato diferente, que agora invade o porta-malas e vai ficando mais fina. É uma grande diferença para o formato quadrado atual. É a única alteração da traseira, pois o para-choque segue o mesmo. As imagens dão mais detalhes da frente. É bem próximo ao modelo europeu, diferenciando-se pela ausência de luzes em LED no contorno dos faróis. Mostra também que haverá um detalhe cromado na grade.

Já o Logan será bem mais simples. Tem as mesmas alterações na frente que o Sandero, só que a traseira do sedã não terá as novas lanternas, seguindo com o desenho atual.

Agora chamado apenas como Stepway, a versão aventureira do Sandero também apareceu no INPI. Está acima do hatch, com rodas de liga leve, para-choque diferenciado e, pelo que o desenho indica, terá iluminação em LED na lanternas. Os faróis apresentam a linha interna no contorno como o modelo europeu, o que pode significar que terá iluminação diurna em LED.

Leia também:

Ainda não há imagens do interior de ambos. A reportagem de Motor1.com apurou que o Sandero ficará mais refinado do que atual, para refletir seu novo posicionamento dentro da marca. Com o lançamento do Kwid como carro de entrada, o Sandero pode subir um pouco no patamar, com acabamento e desenho melhor. O Logan seguirá esta tendência. Uma das mudanças previstas é a nova central multimídia, ainda em desenvolvimento e que irá estrear em 2018 no novo Duster europeu.

A mecânica seguirá basicamente a mesma, composta pelo 1.0 SCe de 82 cv e 10,5 kgfm na versão de entrada, com câmbio manual de 5 marchas, e o 1.6 de 118 cv e 16 kgfm na versão topo de linha, também manual. O 1.6 terá uma novidade, adotando a transmissão CVT que já equipa Captur e Duster, aposentando de vez o câmbio automatizado Easy-R.

Fotos: INPI

Galeria: Renault Sandero 2018 - INPI