Momento agora é de "reinventar", disse o vice-presidente de planejamento de produto da marca

Apesar da crescente demanda global por SUVs, a Nissan declarou em entrevista recente que não deixará de lado seu interesse por outros segmentos, em especial o de sedãs. Falando à imprensa durante o Salão de Los Angeles (evento no qual o Kicks fez sua estreia nos EUA), o vice-presidente de planejamento de produtos, Michael Bunce, fez elogios consideráveis aos crossovers, mas garantiu que a linha de três-volumes da marca continuará recebendo atenção especial e polposos investimentos. "Os sedãs não estão mortos. Temos agora uma boa oportunidade para reinventá-los", declarou.

Leia também:

Na visão de Bunce, a procura desenfreada por SUVs não vai durar para sempre e a Nissan deve estar atenta às novas tendências. Segundo o executivo, da mesma forma que os consumidores da geração Millennial evitam atualmente as minivans, os chamados Centennials poderão no futuro não desejar os utilitários. E será exatamente para suprir esse futura demanda que os sedãs terão seu papel - só que sob uma nova proposta, bem mais elegantes no visual e eletrificados na mecânica. "É bastante fácil e viável adotar motorizações elétricas em carrocerias sedã", explicou.

2017 Nissan Maxima | Will it Bike?

Ainda falando sobre novidades, o executivo confirmou o desenvolvimento de um novo esportivo para a linha Z e de uma nova geração da picape Frontier exclusiva para a América do Norte. "Ela está ficando ótima", disse. Até mesmo o X-Terra, que já foi produzido no Brasil, deverá voltar à vida no mercado norte-americano.

Fotos: Divulgação e Arquivo Motor1.com

Galeria: 2017 Nissan Sentra Nismo