Modelo será produzido na Argentina e chega ao Brasil no 1º trimestre de 2018

Todo mundo quer participar do segmento acima dos R$ 50 mil - não apenas com hatchbacks, mas também com sedãs. Depois da Volkswagen mostrar o Virtus, baseado no Polo, agora é a vez do Fiat Cronos, a versão três-volumes do Argo. Será produzido em Córdoba (Argentina) e estará nas lojas no Brasil no 1º trimestre de 2018 – mesmo momento em que o rival da VW chegará às concessionárias.

Leia também:

O Fiat Cronos 2018 muda consideravelmente em relação ao Argo. A grade frontal ganha filete cromado que atravessa a peça até o logo da Fiat, e tem uma borda mais grossa que a separa dos faróis. O para-choque traz outro desenho, com uma entrada de ar que vai até as bordas, o que fez com que as luzes de neblina subissem. As lanternas são mais compridas e finas, com linhas retas, além de terem luzes em LED. O porta-malas mais longo tem uma pequena elevação na tampa traseira, como se fosse um spoiler integrado. As lanternas são duplas, como no hatch. Pelo tamanho mais longo, o porta-malas cresceu: a Fiat fala em capacidade acima dos 521 litros do Virtus.

Fiat Argo - oficial
Fiat Cronos 2018

Por dentro, o Cronos é muito semelhante ao Argo, tanto em desenho quanto em acabamento. A central multimídia com tela flutuante de 7” é oferecida de série, uma forma de conquistar os clientes. A tela LCD para o computador de bordo também virá em todas as versões e pode ser substituída por uma ainda mais moderna, TFT, oferecida com opcional. A diferença fica por conta da faixa que atravessa o painel, que no caso do Cronos Precision (única versão mostrada até então) é pintada de marrom. Não há saída de ar traseira (que o Virtus tem), enquanto o espaço parece ser idêntico ao do hatch. A Fiat ainda não divulgou as medidas do sedã. 

Fiat Argo - traseira
Fiat Cronos 2018

Mais pesado, o sedã deixará de lado o motor 1.0 Firefly que equipa o Argo de entrada. Partirá direto para o 1.3 Firefly, de 109 cv, que pode ser combinado tanto ao câmbio manual quanto ao automatizado GSR, ambos de 5 marchas. As versões mais caras adotarão o 1.8 E.torQ de 139 cv, que troca o GSR por um câmbio automático de verdade, de 6 marchas. O Cronos fechará sua linha na versão Precision, sem receber a variante HGT com aspecto esportivo. Ainda não falam sobre preços, que devem variar entre R$ 58 mil e R$ 80 mil.

Fotos: divulgação

Fiat Cronos 2018