Modelos trocarão informações entre si e poderão interagir com dados recebidos até de semáforos

O grupo Jaguar Land Rover anuncia nesta semana no Reino Unido a realização dos primeiros testes rodoviários com os chamados veículos autônomos conectados. Concentradas na cidade de Coventry, no interior do país, as provas tem por objetivo explorar a capacidade de condução desses modelos, tomando como base a comparação com comportamentos e reações humanas no tráfego. De quebras, as avaliações também servirão para aprofundar pesquisas em tecnologias que permitirão, no futuro, a troca informações entre os próprios carros, bem como para formação de um banco de informações de vias inteligentes, como semáforos por exemplo.

Leia também:

Jaguar Land Rover safety tech

"Esses testes de veículos autônomos nas vias públicas são emocionantes, pois a complexidade de um ambiente real nos permite encontrar maneiras robustas de aumentar a segurança rodoviária no futuro. Ao usar entradas de sensores múltiplos e encontrar maneiras inteligentes de processar esses dados, estamos obtendo uma visão técnica precisa para aplicar de forma pioneira essas tecnologias no setor automotivo”, afirma Nick Rogers, diretor executivo de engenharia de produtos. Todos os testes fazem parte do chamado programa Autodrive, consórcio lançado para apoiar a introdução de veículos autônomos no Reino Unido. Cerca de 20 milhões de libras serão investidas - algo em torno de R$ 86 milhões. 

Fotos: Divulgação

Galeria: Jaguar Land Rover - Testes