O carro de entrada da Mercedes pegará emprestado o volante do luxuoso Classe S

A Mercedes-Benz colocou seus designers para trabalhar e recriar todo o interior do Classe A, para o modelo W177 que chega às lojas em 2018 e que terá uma cabine inteiramente diferente da versão atual. A primeira mudança que irá notar é a adoção de duas telas digitais bem largas, baseadas no sistema usado pelo Classe S, mas essas telas são flutuantes, ao invés de serem integradas ao painel como acontece em outros modelos da marca.

Leia também:

Claro, as imagens que mostramos aqui são da versão topo de linha do Classe A, completa e com a dupla de displays de 12,3 polegadas. O modelo mais básico terá duas telas de 7 polegadas, enquanto o intermediário fica com um painel de instrumentos de 7" e a central multimídia de 12,3". Terá um total de 64 cores para iluminação ambiente em LED, como azul e amarelo, um grande salto em comparação com a geração atual, que tem só 12 opções.

Se o volante te parecer familiar, é porque ele vem do Classe S, o modelo topo de linha da fabricante alemã, dando ao carro de entrada da Mercedes um aspecto ainda mais premium. A mesa coisa acontece com as saídas de ar em formato de turbina, semelhantes às do Classe E cupê e conversível.

Segundo a Mercedes, até os bancos são mais parecidos com carros de segmentos acima, com costura dupla. E não é só isso. O Classe A 2018 será o primeiro do segmento a usar assentos desenvolvidos com o uso de programas especiais que fazem diversas simulações para encontrar o melhor conforto. Os clientes poderão escolher três tipos diferentes de bancos. Os mais voltados para o conforto terão 20 ajustes diferentes, enquanto os esportivos com apoio de cabeça integrado serão usados nas versões de maior desempenho.

2018 Mercedes A-Class interior
2016 Mercedes-Benz A45 AMG facelift

De série, a quarta geração do Classe A virá equipado com assentos traseiros com rebatimento 60:40 e, por um custo adicional, pode ser substituído pela prática configuração 40:20:40. O pacote opcional Load Compartment dá a possibilidade de posicionar o encosto traseiro de uma forma mais elevada, para aumentar a capacidade do porta-malas.

Falando nele, o porta-malas cresceu 29 litros em comparação com o Classe A atual, agora com um total de 370 litros. Além disso, o vão de entrada será 20 centímetros mais largo e o piso será estendido em 11,5 cm. Haverá mais espaço para os passageiros, tanto os dianteiros quanto os traseiros.

A Mercedes também se esforçou para melhorar a visibilidade, reduzindo a largura das colunas A, B e C, para reduzir os pontos cegos em 10%, ajudado pelos espelhos laterais, agora posicionados no painel exterior das portas, ao invés de ficarem na coluna A como na geração atual.

A apresentação oficial acontecerá em algum momento de 2018, possivelmente durante o Salão de Genebra (Suíça), primeiro na versão hatchback e, pouco depois, na inédita configuração sedã.

Fonte: Mercedes

Mercedes-Benz Classe A 2018 - Interior