Modelos são enviados atualmente para 8 países da América Latina

A fábrica da Nissan em Resende, no sul do estado do Rio de Janeiro, comemora nesta semana a marca de 20 mil unidades produzidas com destino ao exterior. Conforme explica a montadora, a planta começou a exportar veículos em março do ano passado e comemora o feito histórico com pretensões ainda maiores para 2018. Atualmente, são enviados para mercados estrangeiros os modelos March e Versa, sendo o sedã responsável por 57% do volume total. Ao todo 8 países da América Latina são alcançados: Argentina, Bolívia, Chile, Costa Rica, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai.

Leia também:

March e Versa

"Quando iniciamos o projeto de exportações do Complexo Industrial de Resende, sabíamos que a demanda da América Latina estava em crescimento. Nos preparamos para isso e queremos transformar Resende num polo de exportação ainda mais poderoso. Nossa fábrica tem uma função estratégica no desenvolvimento da Nissan no mercado latino americano", explica Sérgio Casillas, diretor de operações de manufatura da marca no Brasil. O próximo passo agora é iniciar a exportação do SUV Kicks, explorando outros mercados além dos já alcançados pelos modelos compactos.

Nissan Kicks S CVT

De todos os países mencionados, a Argentina é, de longe, o que mais absorve as exportações brasileiras. Dos 20 mil March e Versa exportados até agora, cerca de 44% tiveram como destino as concessionárias hermanas.

Fotos: Divulgação

Galeria: Nissan March e Versa