Operações em 5 fábricas estavam paralisadas desde o dia 19 de outubro

A Nissan anunciou no Japão a retomada da produção em 5 fábricas, após vários dias de paralisação. Na manhã da última terça-feira (7), a marca explicou que o Ministério dos Transportes do país aprovou mudanças nos procedimentos de inspeção final praticados nas unidades e liberou a volta dos trabalhos. Apenas uma única fábrica, sediada em Kyoto, não recebeu autorização e continua temporariamente paralisada. Em comunicado, a empresa disse que "lamenta qualquer inconveniente e se preocupa com os seus valiosos clientes e outras partes interessadas no Japão".

Leia também:

Nissan Leaf

Conforme noticiado aqui no Motor1.com, desde o dia 19 de outubro a Nissan paralisou suas seis fábricas japonesas para reconfigurar a chamada "inspeção final". A medida foi tomada depois da descoberta de inconformidades envolvendo a inspeção de veículos nas linhas de produção. Trata-se de um procedimento obrigatório para carros produzidos no Japão, que recebem um selo e precisam ter um relatório enviado ao governo local. Como resultado, a marca terá de fazer o recall de 1,16 milhão de carros produzidos e vendidos no país entre janeiro de 2014 e setembro de 2017 para refazer a inspeção. Modelos exportados, porém, estão isentos da verificação.

“Os gerentes das fábricas agora tem a responsabilidade de impedir que isso aconteça novamente, normalizar a operação e colocar a empresa de volta nos trilhos para continuar crescendo", disse o CEO Hiroto Saikawa.

Fotos: Divulgação

Nissan Qashqai - Produção