Cooperação pode beneficiar setor automotivo com redução total de impostos

Depois de anos de promessas e especulações, o Mercosul e a União Europeia parecem finalmente próximos de anunciar o fechamento de um inédito acordo no campo comercial. Conforme explica o site argentino Cosas de Autos, dirigentes dos dois blocos econômicos têm debatido detalhes da aliança com bastante afinco nos últimos meses e devem se reunir no próximo dia 27 de dezembro em Bruxelas, na Bélgica, para acertar as cláusulas. A expectativa é que todo o contrato esteja pronto ainda neste ano, a tempo de coincidir com o anúncio oficial programado para o dia 10 de dezembro. Cooperações no setor automotivo, naturalmente, são as que mais nos interessam.

Leia também:

Neste ponto, o acordo prevê o fim da cobrança de impostos de importação sobre veículos comercializados nos dois continentes. No entanto, o chamado livre comércio não acontecerá de forma imediata. De acordo com a publicação, o esquema será gradual e prevê a carência de pelo menos 8 anos para entrar em vigor. As cláusulas iniciais determinam a manutenção da cobrança completa até 2025 e a redução em 5% a cada ano a partir de 2026. Apenas em 2032 a tarifa chegará a zero. Dentro desse tempo, vale lembrar, serão definidas estratégias para tornar a indústria sul-americana suficientemente competitiva diante da europeia.

BMW X1 Araraquari fabrica

No Brasil, o programa Rota 2030 já pode ser interpretado como o primeiro passo dado nessa direção. A intenção é apostar no desenvolvimento de motores mais econômicos e eficientes, atendendo aos rígidos padrões globais anti-poluição. Mais detalhes deverão surgir em breve.

Fonte: Cosas de Autos

Galeria: Modelos da Volkswagen exportados - Porto