Pedágio "T-Charge" institui o pagamento de 10 libras para circulação no centro da cidade

A prefeitura de Londres começou a implementar nesta segunda-feira (23) o chamado Pedágio "T-Charge" para veículos produzidos antes de 2006. De acordo com as determinações anunciadas pelo prefeito Sadiq Khan, modelos com 11 ou mais anos de fabricação terão de pagar 10 libras diárias (o equivalente a cerca de R$ 40) para circular pelo centro da cidade. A iniciativa é justificada pelas autoridades locais como forma de melhorar a qualidade do ar e acabar com a "crise de saúde" causada pela alta toxicidade que assola a capital (9 mil londrinos morrem todo ano devido à má qualidade do ar).

Leia também:

O curioso é que todos os motoristas já pagam, desde 2003, cerca de 11,50 libras pelo chamado "pedágio de congestionamento". Na prática, a nova medida fará com que proprietários de veículos mais antigos desembolsem 21,50 libras diárias para ir ao trabalho ou simplesmente resolver qualquer problema no centro. Críticos da iniciativa atentam para este fato e consideram a nova normativa desproporcional e prejudicial aos motoristas mais pobres. Podem ser taxados, vale lembrar, não apenas veículos alimentados por diesel, mas também modelos abastecidos com gasolina.

Petrol station

Apesar das reações negativas, Sadiq Khan planeja implementar outras medidas de combate à poluição nos próximos anos. "O prefeito prometeu em seu manifesto recuperar a qualidade do ar de Londres até limites legais e saudáveis, o que significa que tem que fazer muito mais", declarou o diretor do lobby "Ar Limpo Londres", Simon Birkett. Entre elas está a criação de uma “área de emissões ultrabaixas”, idealizada com a intenção de combater a contaminação ambiental.

Fotos: Divulgação