Além disso, é mais leve e mais "na mão"

Na nossa área de comentários, muitos lamentam quando um esportivo perde a opção de câmbio manual. Inclusive, é o que a BMW diz que irá fazer com os próximos lançamentos da linha M. Mas a Porsche quer "agradar" este público e apresenta na Alemanha o 911 Carrera Touring T, nova versão do esportivo que perde peso, ganha equipamentos e traz apenas câmbio manual. 

Leia também:

O motor é o mesmo, o boxer (cilindros contrapostos) de 6 cilindros, biturbo, com 370 cv e 45,9 kgfm de torque. Coloque estes números em um câmbio manual de 6 marchas, com engates e diferencial traseiro mais curto, tração apenas traseira com blocante e 20 kg a menos que o Carrera (normal), chegando aos 1.425 kg. O resultado é uma aceleração de 0 a 100 km/h em apenas 4,5 segundos e 15,1 segundos para chegar aos 200 km/h, indo aos 290 km/h de velocidade máxima. 

Porsche 911 Carrera T 2018
Porsche 911 Carrera T 2018

Banco traseiro foi eliminado. Central multimídia? Não há. Eles podem voltar ao carro se você quiser, e a Porsche não cobrará por isso. Mas isso significa peso. Não coloque. Mas o mesmo não vale para isoladores acústicos, que foram eliminados e não podem ser colocados. 

Mas o comprador pode optar por equipamentos que o Carrera normalmente não pode ter. O Porsche Active Suspension Management (PASM) é o sistema de suspensão adaptativa que reduz a altura em 20 mm, além de alterar o acerto dos amortecedores com um toque de botão. Eixo traseiro direcional também é opcional. 

Galeria: Porsche 911 Carrera T 2018

Por dentro, bancos semi-concha elétricos, ou conchas opcionais. O Carrera T usa as rodas de 20" do Carrera S e um spoiler dianteiro exclusivo. O câmbio PDK é opcional, mas aí acaba a graça, certo?

Fotos: divulgação