Por um lado, uma boa noticia. Por outro, não

Nos últimos anos, a BMW lançou alguns modelos com tração dianteira, frutos da plataforma UKL, como o SUV X1 e a minivan Série 2. O próximo Série 1 seguirá o mesmo caminho, mas a marca tranquiliza seus fãs. O vice-presidente da marca, Dirk Hacker, confirmou em entrevista a Autocar que nenhum modelo da M, a divisão de esportivos, terá tração dianteira, apenas integral ou puramente traseira. 

Leia também:

Ao mesmo tempo, Hacker disse que o M2 deverá ser o último M a ter opção de câmbio manual. Segundo ele, a busca por modelos desta categoria com a transmissão manual é baixa, e a automatizada de dupla embreagem "entrega melhor performance e eficiência". Tem um BMW M manual na garagem? Ele será peça rara em breve. 

Galeria: BMW M5 2018

A BMW lançou recentemente a nova geração do M5, que mesmo equipado com tração integral, pode ter toda a potência apenas nas rodas traseiras, conforme a preferência do motorista (ou piloto). Mas as novas gerações do M3 e M4 deverão manter apenas a tração traseira, assim como os próximos Série 2 Coupé e Conversível. 

Fonte: Autocar