Segurança do SUV foi classificada como "boa" em todos os quesitos

A IIHS (Insurance Institute for Highway Safety) é um orgão americano que classifica a segurança dos veículos vendidos naquele mercado. O Jeep Compass foi um dos mais recentes a passar pelos testes, que não incluem apenas os ensaios de impacto, mas também de iluminação e outros itens de segurança. 

Em todos os critérios utilizados para avaliar o impacto (batida de quina de carroceria e lateral), o Compass foi classificado como "bom", tanto em estabilidade da estrutura quanto proteção aos ocupantes, adulto e criança. A resistência do teto também foi elogiada, assim como a proteção para cabeça. O Compass só não levou nota máxima por alguns detalhes. 

O primeiro foram os faróis. Halógenos, sem projetor (diferente do utilizado no Brasil), foram classificados como "pobres", com iluminação inadequada tanto no farol alto quanto baixo, e os opcionais, de xenônio (usados no Brasil), como "marginais". As fixações para cadeiras infantis também foram criticadas pela dificuldade de uso (profundos demais e que exigem força para fixação). 

O Compass foi testado com o pacote opcional, que inclui o sistema de frenagem automático, também classificado como "superior" pelo IHSS em velocidades de 12 mph (19,2 km/h) e 25 mph (40 km/h). 

Fonte e imagens: IIHS