SUV deixa de ser nacional e virá importado dos Estados Unidos

Apresentado ao público no Salão de Frankfurt (Alemanha) no início de setembro, o novo BMW X3 foi confirmado pela marca para desembarque no Brasil na primeira metade de 2018. A fabricante ainda não revela preços, motorização ou versões que estarão disponíveis em nosso mercado. Com isso, a produção da segunda geração em Araquari (SC) deve ser interrompida, pois o SUV virá importado de Spartanburg (Estados Unidos). Ainda não foi definido se seguirá o mesmo caminho do X1, que passou por uma situação semelhante até recomeçarem a produção nacional da nova geração.

Leia também:

O novo BMW X3 é o primeiro SUV da marca a adotar a plataforma modular CLAR (Cluster Architecture), já utilizada nos Série 5 e 7 e que também será usada no próximo Série 3. De acordo com a marca, essa base ajudou a melhorar a aerodinâmica e, consequentemente, a eficiência em consumo de combustível. Agora mede 4,72 metros de comprimento, 1,90 m de largura, 1,68 m de altura e 2,86 m de entre-eixos. São 5 cm a mais de entre-eixos e 7 cm a mais de comprimento.

2018 BMW X3
2018 BMW X3

Herda boa parte da tecnologia vista no Série 5. Contará com central multimídia com controle por gestos, iluminação em LED e o novo BMW iDrive, sistema que usa uma tela retangular sensível ao toque e com navegação por GPS. Ganhou também os sistemas semi-autônomos de condução, composto por um controle de cruzeiro que acompanha o trânsito e é capaz de fazer curvas leves sozinho.

O motor mais básico é o 2.0 biturbo de 184 cv, disponível na versão sDrive20i ou na xDrive20i de tração integral. Logo acima está o xDrive30i, com 252 cv. A opção mais potente abastecida com gasolina é a M40i, equipada com o 3.0 biturbo com seis cilindros em linha, de 360 cv. Trabalha sempre com o câmbio automático ZF de 8 marchas.

Fotos: Divulgação

Galeria: BMW X3 2018