Tesoura, suicida, retrátil, frontal... Não procure portas normais por aqui!

1954 Mercedes-Benz 300 SL Gullwing Auction

1 - Mercedes 300 SL Gullwing (1952)

  • Tipo de portas: "asas de gaivota"

Se há um carro que entrou para história por causa de suas portas, este é o Mercedes 300 SL Gullwing - também conhecido popularmente como "asas de gaivota". Lançado em 1952, tornou-se o primeiro superesportivo de rua da Mercedes-Benz na história. Dotado de chassi tubular e motor 3.0 de seis cilindros em linha, com 215 cv, o modelo contava com funcionalidades incríveis. 

Outros modelos famosos com este tipo de portas são o DeLorean DMC-12 e Mercedes-Benz SLS AMG.

Essai Tesla Model X 90D

2 - Tesla Model X 100D 2018

  • Tipo de portas: Falcon Wings (Asas de Falcão)

Este SUV elétrico de 5,05 metros de comprimento é o crossover elétrico mais rápido e com maior autonomia do mercado: graças ao seus 612 CV, é capaz de acelerar de 0 a 100 km/h em 3,1 segundos e percorrer 565 quilômetros entre as recargas. 

Ainda que já tenha visto foto deste Tesla, você com certeza ficou hipnotizado por suas portas traseiras Falcon Wings, que se estendem como as asas de um falcão, para facilitar a entrada nos assentos traseiros. Ao abrir-las alcançam 2,20 metros de altura e, por conta disso, estão equipadas com sensores que impedem que batam contra o teto ou em outros carros. Curiosamente, as portas dianteiras são convencionais...

Volkswagen 1 Litre

3 - Volkswagen 1 Litre

  • Tipo de portas: de aviões de caça (segundo a Volkswagen)

Este pequeno conceito de dois lugares, apresentado em 2003, transformou-se no primeiro carro do mundo capaz de percorrer 100 quilômetros com apenas um litro de combustível. Isso graças ao seu eficiente motor diesel de 299 cm³ e 8,5 cv, pensando somente 290 kg e com seu incrível coeficiente aerodinâmico (Cx) de 0,16.

O acesso ao interior do Volkswagen 1 Litre era feito através de uma pouco comum "porta de aviões caça", de 1,5 metro de largura e que abria para o lado esquerdo. Tinha sistema de abertura elétrico que abria automaticamente quando o condutor ficava ao lado do carro. 

Hyundai Veloster 2016
Hyundai Veloster 2016 (1)

4 - Hyundai Veloster

  • Tipo de portas: convencionais, com duas do lado direito e uma do esquerdo

Tudo bem. A forma como as portas deste peculiar cupê de 4,22 metros de comprimento abrem não têm nada de especial... Exceto pelo fato de que do lado direito tem uma porta traseira e no esquerdo, não! Este Hyundai não era surpreendente?

Pena que, ao menos no Brasil, seu design arrojado não encontrava par no motor 1.6 de 128 cv, o mesmo do HB20. E, para piorar, a importadora Caoa alegava uma falsa potência de 140 cv, o que gerou diversos casos na justiça. No exterior existiu uma versão turbo, que chegou por aqui em apenas poucas unidades.

 

BMW Isetta

5 - BMW Isetta

Tipo de portas: de abertura frontal

Talvez não seja o carro que venha a sua mente quando pensa num BMW, mas o Isetta foi o automóvel que relançou a fabricante alemã após a Segunda Guerra Mundial. Um compacto urbano de 2,28 metros de comprimento e impulsionado por motores de 250 ou 300 cm³, vindos das motocicletas da própria marca. Conhecemos esse carro como Romi Isetta, o primeiro automóvel produzido no Brasil.

Sua grande peculiaridade? Popularmente, foi conhecido como "bolha" ou "ovo", devido ao sistema de abertura frontal de sua única porta em que, além disso, suportava o sistema de direção. 

Rolls-Royce Phantom on display for first time

6 - Rolls-Royce Phantom 2018

Tipo de portas: suicida

As portas traseiras que se abrem no sentido contrário, conhecidas como suicidas, são bem comuns no mundo automotivo. Foram usadas por modelos como o Opel Meriva (segunda geração), esportivos como o Mazda RX-8, elétricos como o BMW i3 e carros de luxo como o Rolls-Royce Phantom. 

A lista é grande, mas decidimos eleger o Phantom porque conta com um sistema elétrico capaz de abrir as portas traseiras com apenas o apertar de um botão. Quem experimentou assegura que são impressionantes. 

 

smart Crossblade

7 - Smart Crossblade

  • Tipo de portas: barra de proteção lateral

Um Smart que descarta o teto, para-brisa e as portas? Este é o Crossblade, um modelo de dois lugares que teve apenas 2.000 exemplares produzidos e que, em vez de portas, tem barras que servem como suporte para o retrovisor lateral. 

É equipado com um pequeno motor a gasolina de 599 cm³ e 71 cv, suficientes para acelerar até os 135 km/h (limitados eletronicamente). 

 

Lamborghini Countach

8 - Lamborghini Countach

  • Tipo de portas: de abertura vertical "tesoura"

São chamadas de portas de abertura vertical, mas ficaram conhecidas popularmente como "tipo Lambo" ou como "portas tesouras", uma das marcas registradas dos Lamborghini. O primeiro modelo de série a introduzir-las foi o Countach, revelado em 1971 e que, desde então, tornou-se um dos símbolos dos Lamborghinis com motor V12. 

BMW Z1

9 - BMW Z1

  • Tipo de portas: portas retráteis

BMW Z1 é um dos conversíveis mais espetaculares do final dos anos 1980 e começo dos anos 1990 por uma razão: vinha com portas retráteis elétricas que, ao abrir, deslizavam para baixo, entrando na carroceria do carro. (as janelas também baixavam automaticamente).

A BMW fabricou apenas 8.000 unidades deste carro, que agora está tornando-se um clássico 

 

Saab Aero-X

10 - Saab Aero-X 

  • Tipo de portas: escotilha de avião

Este conceito de 1,27 metro de altura conta com uma solução incrível para entrar no carro: uma escotilha inspirada na dos aviões de combate e em alguns protótipos dos anos 1970, como a Ferrari 512 S Modulo.

No caso do Saab Aero-X, o teto levanta para cima (precisa de 1,80 metro de altura), unido-se ao para-brisa, e que ainda ajudava na visão de 180 graus do motorista. 

Fotos: divulgação e arquivo Motor1

10 carros com portas incríveis