Picape é oferecida atualmente em mais de 180 países, mas estava curiosamente indisponível na própria casa

Apesar de ser considerada (juntamente com os sedãs Corolla e Camry) um dos veículos mais globais do atual portfólio da Toyota, a Hilux não era oferecida no Japão (justamente o país de origem da gigante automotiva) há nada menos que 13 anos. Conforme anuncia a marca, o relançamento da picape na região está acontecendo nesta semana e põe fim a um período de ausência que durava desde 2004, quando a última unidade vendida localmente foi emplacada. Na época, o modelo ainda era produzido na sexta geração, com linhas quadradas e perfil bastante contrastante com o modelo de hoje, pertencente à oitava linhagem.

Leia também:

Toyota Hilux - Japão

 

A Toyota oficialmente não confirma, mas a volta da Hilux ao Japão representa, ainda que indiretamente, tentativa de preencher a lacuna deixada na gama pelo encerramento da produção do jipão FJ Cruiser. A ideia é usar a vocação off-road da picape para atrair o interesse de antigos clientes do FJ e, ao mesmo tempo, dar aos viúvos da antiga geração da própria picape a chance de colocar na garagem um modelo infinitamente mais moderno e tecnológico. Além disso, o Toyota Prado reestilizado também está sendo lançado nesta semana e ajudará a reforçar o novo time fora-de-estrada.

 

Toyota Hilux - Japão

 

A expectativa da marca é emplacar mensalmente 2 mil unidades da Hilux e pelo menos 1.800 do Prado. Um fato curioso é que, apesar de ter saído de linha há 13 anos, a picape ainda tem mais de 9 mil exemplares rodando em perfeito estado pelas ruas do Japão.

Fotos: divulgação

Toyota Hilux - Japão