Novidade, dotada de inteligência artificial, poderá servir de "chave mágica" em veículos autônomos

O grupo Jaguar-Land Rover apresenta nesta semana na Tech Fest, em Londres, aquela que se configura como uma das principais apostas da empresa para o futuro da indústria. Batizado de Sayer, o conceito em questão retrata um supertecnológico volante, equipado com inteligência artificial, ativado por comandos de voz e projetado para uso em veículos autônomos. O design chama atenção tanto quanto a tecnologia embarcada, e leva a assinatura de Malcolm Sayer, profissional que atuou como designer da marca entre 1951 e 1970.

Leia também:

Na concepção das marcas inglesas controladas pela indiana Tata, o trânsito do futuro será composto basicamente por veículos autônomos, conectados e elétricos que não necessariamente terão "donos". Ao invés disso, a marca acredita que cada usuário será proprietário apenas do seu volante, capaz de funcionar como uma espécie de "chave mágica". Assim, o carro autônomo iria automaticamente até onde o cliente está e quando ele quiser. Uma vez conectado, o volante descarrega no veículo todas as informações de configurações e rotas determinadas pelo cliente. 

A marca diz ainda que o Sayer é apenas parte de uma série de conceitos de mobilidade que serão apresentados no futuro. O primeiro protótipo a usá-lo será o Jaguar Future-Type, ainda a ser apresentado.

Foto: Divulgação