Modelo recebeu leves alterações visuais e uma série de itens de segurança

Lançado inicialmente na Malásia, o Honda City reestilizado estreia agora no Japão, onde é vendido como Grace. O sedã compacto apresenta as mesmas novidades visuais já vistas em outros mercados, mas adiciona uma série de itens de tecnologia e segurança exclusivos para a terra do sol nascente. 

 

Honda City 2018

 

Como no City, o Grace 2018 incorpora novos faróis de LEDs nas versões Hybrid LX e EX. A grade cromada agora avança sobre os faróis, como uma espécie de sobrancelha, no mesmo estilo do Civic. Para acompanhar, o para-choque recebeu desenho mais elegante.

Na traseira, as lanternas ganharam novas lentes e há uma terceira luz de freio em LED, além de um discreto aerofólio na tampa do porta-malas. Outras atrações ficam por conta das rodas aro 16", com desenho inédito, e da oferta de duas novas cores: uma variação de prata e a azul das fotos.

Internamente, as mudanças se limitam a um novo estofamento nos bancos e luzes de leitura em LED, em conjunto com uma nova central multimídia compatível com Apple Car Play. 

Mas a grande atração do Grace, digo, do novo City é o pacote de assistências ao motorista chamado Honda Sensing. Ele inclui controlador de velocidade ativo (ACC), frenagem automática de emergência, alerta de evasão de faixa e leitor de placas, entre outros sistemas de segurança. 

 

Honda City 2018

 

Como antes, a gama é composta por versões a gasolina e híbridas, sendo as primeiras com motor 1.5 de injeção direta e 132 cv de potência aliado ao câmbio automático CVT. Os modelos Hybrid unem um propulsor 1.5 de 110 cv e um elétrico de 30 cv para potência total de 137 cv e consumo de até 34,8 km/l. Neste caso, a transmissão é de dupla embreagem e 7 marchas. Preços partem de 1.769.040 ienes, o equivalente a cerca de R$ 51.300.

Para o Brasil, a reestilização do Honda City está prevista para chegar neste segundo semestre de 2017. Mas não espere pelas evoluções em segurança. Por aqui, já seria surpresa se o modelo adotasse o controle de estabilidade, que a marca só oferece a partir do HR-V. 

Fotos: divulgação