SUV começa a ser vendido em outubro com mesmo conjunto mecânico do Camaro

A Chevrolet aproveita a audiência e os holofotes voltados para o Salão de Buenos Aires, na Argentina, para antecipar importantes lançamentos para o Brasil. O principal deles, como já dissemos, será o crossover Equinox, que começará a ser vendido por aqui em outubro importado do México. E o modelo já está no site brasileiro, onde potenciais interessados já podem se cadastrar e receber informações mais detalhadas sobre a chegada às lojas e o início da pré-venda.

Leia também:

Posicionado abaixo do Trailblazer (maior e de construção diferente, com carroceria sobre chassi), o Equinox estreará inicialmente na versão topo de linha Premier, equipado com motor 2.0 turbo de 262 cv e câmbio automático de 9 marchas (basicamente o mesmo conjunto mecânico do Camaro). Ele terá a missão de ocupar o lugar do Captiva Sport, de modo a rivalizar com a nova geração do Honda CR-V, Jeep Compass e Hyundai New Tucson. Seus preços devem variar entre R$ 140 mil e R$ 160 mil, ocupando uma faixa intermediária entre o Tracker (R$ 81.990) e o Trailblazer (R$ 171.990). 

 

Chevrolet Equinox - Buenos Aires

 

Nesta versão Premier, a Chevrolet destaca a oferta de itens como teto solar panorâmico, tampa do porta-malas acionada por sensor de movimento, frenagem automática de emergência, banco do motorista com alerta de segurança (ele vibra na iminência de um acidente), assistente de mudança de faixa, faróis de LED de alta intensidade e sistema de som premium da Bose. Nenhum outro concorrente na categoria tem motor turboalimentado com potência próxima a esta - fato que coloca o Chevrolet em posição de vantagem logo na estreia.

 

Chevrolet Equinox - Buenos Aires

 

Além disso, o Equinox se sobressai por possuir a maior distância entre-eixos do segmento. São ao todo 2,73 metros, que, somados aos 4,65 m de comprimento, 1,84 m de largura e 1,66 m de altura, prometem ser referência na oferta de espaço interno. A plataforma usada é a conhecida base D2XX, que serve ao Cruze produzido na Argentina e sustenta modelos Opel vendidos na Europa, como o Astra.

Fotos: Fabio Trindade e Leo Fortunatti

Chevrolet Equinox surge no Salão de Buenos Aires