Empresa apresenta entranhas do novo hipercarro com motor de F1

Este carro só terá suas entregas terminadas em 2020. Terá apenas 275 unidades construídas, ao ritmo de uma por dia, com motores verdadeiros de F1. Cada uma pela bagatela de US$ 2,5 milhões. E todas já foram vendidas. Já arriscamos saber como será sua aparência, baseado em projeções oficiais, mas nunca esperaríamos que a Mercedes-AMG o desnudasse a este ponto. Seja bem-vindo às entranhas do mais novo hipercarro do pedaço, o Project One.

Leia também:

O motor exibido na imagem acima é nada menos do que o V6 biturbo 1.6, com uma eficiência energética de 43%. Maior do que a de modelos como o Toyota Prius e o Hyundai Ioniq, que prometem 40% de eficiência energética. Em outras palavras, eles convertem 40% da energia química contida no combustível em movimento. E vale lembrar que o novo hipercarro da Mercedes-AMG também será híbrido.

 

Mercedes-AMG Project One

 

Logo abaixo dos bancos dianteiros, os únicos disponíveis no modelo, ficam duas placas de baterias de íons de lítio. Elas pesam 100 kg e fornecem energia tanto aos motores dianteiros, elétricos e providos de transmissões individuais, quanto aos usados no trem de força híbrido. Um deles, de 163 cv, vai acoplado diretamente ao virabrequim do motor V6. O outro, de 109 cv, serve para manter os turbocompressores sempre de prontidão. Usando apenas os motores elétricos e as baterias, o Project One poderá rodar 24 km apenas com a força dos elétrons.

 

Mercedes-AMG Project One underpinnings

 

Um scoop gigantesco admite ar e serve como marco divisório da carroceria em duas metades. Logo atrás do conjunto híbrido fica a transmissão, de 8 marchas e com embreagem simples, que cumpre também um papel estrutural no veículo. O escapamento, com saída única e de alto calibre, impressiona, assim como os pneus traseiros de 335 mm de largura. Os freios serão carbocerâmicos.

 

Mercedes-AMG Project One underpinnings

 

O motor durará apenas 50 mil km. Não à toa. A marcha lenta se estabelece em 4.000 rpm e a linha vermelha fica em incríveis 13.500 rpm. Juntando todos os componentes do conjunto mecânico, chega-se a mais de 1.000 cv e a 420 kg do peso total. Ele deverá ficar em 1.315 kg, de acordo com os relatos iniciais.

 

Mercedes-AMG Project One

 

A revelação das entranhas do carro se deu como parte da celebração dos 50 anos da AMG, antes do início das 24 Horas de Nürburgring. A versão final da carroceria, que poderá ser usada nas ruas do mundo todo, com exceção da China, será apresentada em setembro, no Salão de Frankfurt. Tomara que o escape parrudo ajude a dar ao Project One um ronco digno de seus dados técnicos. E de seu preço...

Fotos: divulgação

 

As entranhas do Mercedes-AMG Project One